CASAS PERNAMBUCANAS

 

Há mais de 100 anos a CASAS PERNAMBUCANAS está ao lado da família brasileira. Sempre com o objetivo de atender as suas necessidades e desejos oferecendo uma ampla variedade de produtos e serviços. Moda, eletrodomésticos, cama, mesa e banho, utilidades, eletroeletrônicos, tapetes, cortinas e muito mais. Tudo feito com qualidade e muito bom gosto.

For over 100 years HOUSES Pernambuco is the Brazilian side of the family. Always aiming to meet their needs and desires by offering a wide variety of products and services. Fashion, appliances, bedding and bath, utilities, electronics, carpets, curtains and more. All done with quality and good taste.

A história
A história começou em 1855 quando Herman Theodor Lundgren, filho de um pequeno industrial da cidade de Norrköping, desembarcou no Brasil, vindo da Suécia. Estabeleceu-se na cidade do Recife, estado de Pernambuco, como corretor e agente de navios. Como falava alemão e inglês, servia de intérprete para comandantes, tripulantes e passageiros, e isso fez seu negócio prosperar. Empreendedor obstinado se dedicava à importação e exportação de produtos como cera de carnaúba, sal e peles de animais. Nos anos seguintes, ele fundou em Pernambuco uma fábrica de pólvora e outra de fertilizantes. No início do século XX, em 1904, ele comprou a Companhia de Tecidos Paulista, situada em um lugar chamado Paulista, então pertencente ao distrito de Olinda, e ingressou na indústria têxtil.

history
The story began in 1855 when Herman Theodor Lundgren, the son of a small industrial city of Norrköping, arrived in Brazil, from Sweden. It was established in Recife, Pernambuco state, such as ship broker and agent. As he spoke German and English, served as interpreter for masters, crew and passengers, and that made ​​his business prosper. Stubborn entrepreneur was dedicated to import and export of products such as carnauba wax, salt and animal skins. In the following years he founded in Pernambuco a gunpowder factory and a fertilizer. In the early twentieth century, in 1904, he bought the Paulista Company of Textiles, located in a place called Paulista, which belonged to the district of Olinda, and joined the textile industry.

Somente no ano de 1908, foi aberta a primeira CASAS PERNAMBUCANAS para dar vazão à produção da CPT (Companhia Paulista de Tecidos). A loja foi pioneira ao trabalhar com preços fixos em uma época que o costume era barganhar. Em 1910 foi inaugurada a loja na Praça da Sé em São Paulo com o nome de CASAS PERNAMBUCANAS, uma homenagem ao estado onde o grupo havia nascido. Impondo-se pela qualidade, preço e excelência no atendimento aos clientes, a CASAS PERNAMBUCANAS, de São Paulo, em pouco tempo dominou o mercado, tornando-se o embrião daquela que veio a ser uma das maiores redes de comércio varejista. Em 1915 a rede já tinha estabelecimentos em Porto Alegre, Florianópolis e Teresina.

Only in 1908, opened the first HOMES Pernambucano to vent the production of CPT (Companhia Paulista de Textiles). The store was a pioneer in working with fixed prices at a time when the custom was to bargain. In 1910 it opened a store in Cathedral Square in São Paulo with the name of Pernambuco HOMES, a tribute to the state where the group was born. Imposing itself on quality, price and service excellence to customers, HOUSES Pernambuco, São Paulo, soon dominated the market, making it the embryo of what became one of the largest retail networks. In 1915 the network had establishments in Porto Alegre, Florianopolis and Teresina.

Inovadora em vários aspectos, a rede tinha, na década de 20, um Manual de Procedimentos, no qual orientava gerentes das lojas a fazer “reclames em circos e cinemas”. Porteiras de fazendas, morros, pedras, postes de iluminação e lonas de circo transformaram-se, assim, nos primeiros outdoors do país, fixando a imagem da marca na mente da consumidora de tecidos e linhas de cama, mesa e banho. Além da comunicação forte, a CASAS PERNAMBUCANAS usou como estratégia abrir lojas seguindo a rede ferroviária construída na década de 30, durante a Era do Café. Uma das primeiras a contratar mulheres como vendedoras, a rede também inovou ao tirar os tecidos das prateleiras e colocá-los nas mãos das consumidoras, além de criar marcas próprias como os tecidos Marca Olho    e as camisas Lunfor.
Innovative in several respects, the network had in the 20s, a Procedures Manual, which directed store managers to do “advertisements in movie theaters and circuses.” Gateshead farms, hills, rocks, light poles and tarpaulins circus became thus the first billboard in the country, establishing the brand image in the mind of the consumer tissue and bed linen, bath and table. In addition to strong communication, the Casas Pernambucanas used as a strategy to open stores following the railway built in the 30s, during the Age of Café One of the first to hire women as sellers, the network also broke new ground by taking tissue from the shelves and put them in the hands of consumers, and create own brands like Brand Eye tissues and shirts Lunfor.

Na década de 40, novas lojas foram inauguradas nos bairros da capital paulista. Para atrair os clientes, as lojas colocam em suas fachadas o boneco Grillo, um policial em madeira que vira símbolo da PERNAMBUCANAS e indica a entrada do estabelecimento. Os anos foram passando, o Brasil passou por várias transformações e a empresa continuou a imprimir sua marca por onde passou, com ações administrativas e comerciais inovadoras, e a inauguração de dezenas de novas lojas, tornando a marca CASAS PERNAMBUCANAS ao mesmo tempo popular e fashion para a camada mais baixa da população. A empresa chegou a ter 800 lojas espalhadas pelo país e 40.000 funcionários. Na década de 70 a PERNAMBUCANAS esteve entre as primeiras empresas do segmento de varejo a usar carnês para crediário (batizado de Crediário Tentação) e cartões de financiamento próprio. Nesta década a rede começou a comercializar roupas para homens, mulheres e crianças, além de uma pequena linha de eletrodomésticos e eletrônicos.

In the 40′s, new stores were opened in the districts of São Paulo. To attract customers, the stores put the dummy in its front Grillo, a policeman who had seen wooden symbol of Pernambuco and indicates the entrance of the establishment. The years went by, Brazil went through several transformations and the company continued to make his mark wherever he went, with innovative commercial and administrative actions, and the opening of dozens of new stores, making the brand HOMES Pernambucano at once popular and fashionable for lowest layer of the population. The company grew to 800 stores around the country and 40,000 employees. In the 70′s from Pernambuco was among the first companies in the retail meats to use installment plan (named Crediário Temptation) cards and their own funding. In this decade, the network began selling clothes for men, women and children, plus a line of small appliances and electronics

O grupo, no entanto, não resistiu à disputa entre os herdeiros nas décadas de 70 a 90. Separadas, as operações de Pernambuco e do Ceará desapareceram. Os negócios no Rio de Janeiro foram à falência. Só a Arthur Lundgren Tecidos, com operações em São Paulo, prosperou e hoje compete com os grandes concorrentes do segmento de varejo no país. A partir deste período, a rede varejista começou a diversificar sua linha de produtos, que além de tecidos e roupas, iniciou as vendas de eletrodomésticos (televisões, microondas, fogão, geladeira, entre outros itens), produtos de informática e similares, além de utensílios para casa e serviços financeiros (cartão de crédito, seguros, garantias estendidas, empréstimos, consórcios e planos odontológicos). Em 2006, a rede ingressou no ramo de comércio eletrônico, além de diversificar o leque de produtos com celulares e uma linha de calçados própria, mas, sem nenhum alarde, pouco depois, em 2009, encerrou as operações de vendas on-line.

The group, however, could not resist the dispute between the heirs in the 70 to 90. Separate operations of Pernambuco and Ceara disappeared. Businesses in Rio de Janeiro went bankrupt. Only Arthur Lundgren fabrics, with operations in Sao Paulo, prospered and now competes with the major competitors in the retail segment in the country. From this period, the retailer began to diversify its product line, which in addition to textiles and clothing, began selling appliances (televisions, microwave, stove, refrigerator, among other items), computer products and the like, and home ware and financial services (credit card, insurance, extended warranties, loans, joint ventures and dental plans). In 2006, he joined the network in the field of electronic commerce, and to diversify the range of products with phones and a shoe line itself, but without any fanfare, soon after, in 2009, closed sales operations online

Propagandas que fizeram história

No início da década de 60, mais precisamente em 1962, um comercial de televisão que tinha como protagonista um desenho animado do frio (em forma de “fantasminha”) anunciando sua chegada, se tornou um clássico da publicidade brasileira. Exibida até hoje como símbolo da criatividade nacional, a frase “Quem bate? É o frio! Não adianta bater, eu não deixo você entrar…” tornou-se um dos maiores ícones da propaganda. Clique no ícone abaixo para assistir ao video.

Advertisements that made ​​history

In the early 60′s, more precisely in 1962, a television commercial that had a cartoon starring the cold (in the form of “ghost”) announcing his arrival, became a classic of Brazilian advertising. Appears today as a symbol of national creativity, the phrase “Who’s there? It’s cold! No good beating, I do not let you go …” became one of the biggest icons of advertising. Click on the icon below to watch the video.

 

Na década de 20 surgiu um símbolo que se tornaria, durante décadas, um ícone da marca PERNAMBUCANAS: o “olho grande”. Esse logotipo, usado para atestar a qualidade dos tecidos da empresa, foi capaz de identificá-la nos quatro extremos do país, inclusive no exterior, por causa das lojas abertas nas cidades fronteiriças, onde o povo de língua espanhola ia comprar os tecidos “con la marca del ojo”.

 

An icon for decades
In the 20s came a symbol that would become, for decades an icon of the brand Pernambuco: the “big eye”. This logo, used to certify the quality of the tissue company, was able to identify it in the four extremes of the country, even abroad, because of the open shops in border towns, where the Spanish-speaking people would buy the fabric “con la marca del ojo. “

Dados corporativos

● Origem: Brasil
● Fundação: 25 de setembro de 1908
● Fundador: Herman Theodor Lundgren
● Sede mundial: São Paulo, Brasil
● Proprietário da marca: Arthur Lundgren Tecidos S.A.
● Capital aberto: Não
● Presidente: Anita Louise Harley
● Faturamento: R$ 3.8 bilhões (estimado)
● Lucro: R$ 100 milhões (estimado)
● Lojas: 283
● Presença global: Não (presente somente no Brasil)
● Funcionários: 15.000
● Segmento: Varejo
● Principais produtos: Roupas, calçados, acessórios e eletrodomésticos
● Slogan: Tudo para sua casa.

● Origin: Brazil
● Established: September 25, 1908
● Founder: Herman Theodor Lundgren
● World Headquarters: Sao Paulo, Brazil
● Brand Owner: Arthur Lundgren Fabrics SA
● Capital Open: No
● President: Anita Louise Harley
● Turnover: £ 3.8 billion (estimated)
● Earnings: $ 100 million (estimated)
● Stores: 283
● Global presence: not (present only in Brazil)
● Employees: 15,000
● Industry: Retail
● Main products: Clothing, footwear, accessories and appliances
● Slogan: Everything for your home.

A marca no Brasil
Atualmente a rede possui mais de 280 lojas distribuídas em São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, emprega 15 mil pessoas e fatura anualmente quase R$ 4 bilhões. Nos últimos anos, o cartão PERNAMBUCANAS ultrapassou os 14 milhões de usuários.
-
Você sabia?
● Apesar de se chamar “Pernambucanas” remetendo ao estado de Pernambuco, a rede não possui lojas na região

The brand in Brazil
Currently the network has distributed more than 280 stores in São Paulo, Minas Gerais, Parana, Santa Catarina, Goias, Mato Grosso and Mato Grosso do Sul, employs 15,000 people and have annual incomes of nearly $ 4 billion. In recent years, the card Pernambucano surpassed 14 million users.
-
Did you know?
● Although it is called “Pernambucanas” referring to the state of Pernambuco, the network has no stores in the region

 

 

 

 

 

 

-

 

 

About these ads
Esse post foi publicado em Entretenimento. Bookmark o link permanente.

2 respostas para CASAS PERNAMBUCANAS

  1. Neide Orrico disse:

    Gostei muito da história das Casas Pernambucanas, Lembro-me perfeitamente dos tempos de criança, ficava encantada com a exposição dos produtos da loja, nos sábados e domingos à noite. Além disso as propagandas nas emissoras de rádio. Parabéns!

  2. Marcos Maia disse:

    VOLTEI AO PASSADO, ME LEMBREI DAS LOJAS PERNAMBUCANAS, AQUI EM RECIFE, HOJE NAO TEMOS ESSA EMPRESA AQUI, APESAR TE DER O NOME NO NOSSO ESTADO; POR QUE NAO INAUGURA UMA OUTRA NOVA LOJA AQUI, RECIFE CRESCE E O NORDESTE TAMBÉM , PARABÉNS POR PERMANECER COM ESSA GRANDE LOJA, GOSTARIA DE MOSTRA AO MEUS FILHOS E NETOS UMA HISTORIA QUE EU PASSEI JUNTA COM AS CASAS PERNAMBUCANAS.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s